O Pequeno Príncipe em Nova York

Postado em 20/03/2014

O livro que fascinou crianças e emocionou adultos em mais de 250 línguas, O Pequeno Príncipe, recebe uma singela homenagem da cidade na qual foi escrito: Nova York. Esse fato pode surpreender amantes da história do curioso monarca viajante, pois Antoine de Saint-Exupéry, autor da obra, nasceu em Lyon, na França, e o livro é considerado um clássico da literatura francesa. Porém, a verdade é que O Pequeno Príncipe não só foi escrito, como foi publicado pela primeira vez em solo americano, graças aos manuscritos entregues por Saint-Exupéry nas mãos de Silvia Hamilton, amiga do autor. Sujas de café e queimadas de cigarros, as páginas que Hamilton recebeu continham a história e ilustrações do menino que morava no asteróide B-612 e deram origem ao universo lúdico criado pelo autor.

A exposição The Little Prince: A New York Story foca na origem nova-iorquina da  história, pois, mesmo não falando inglês, Saint-Exupéry fez de Nova York a sua casa durante a Segunda Guerra, enquanto escrevia e desenhava as aquarelas do Pequeno Príncipe. Quem visitar a exposição encontrará 25 das páginas repletas de palavras riscadas, frases rejeitadas e o processo criativo em geral do autor, junto dos 43 desenhos originais, peças que o museu Morgan (local da mostra) adquiriu de Hamilton em 1968. Também podem ser vistas pistas de Saint-Exupéry nos Estados Unidos, como registros de locais visitados, fotos, cartas pessoais e outros artefatos do autor, um verdadeiro quebra-cabeças do contexto histórico da obra.

A exposição estará em cartaz até o dia 27 de abril de 2014, no The Morgan Library & Museum, em Nova York.