Tendências do inverno/14 da PFW

Postado em 24/03/2014

Chegaram ao fim as semanas de moda do inverno 2014. E o tchau, tchau da temporada, como é tradição, não poderia ter melhor cenário:  Paris, com shows incríveis que só as marcas que mostram as coleções na cidade das luzes sabem fazer. Mas não falaremos do supermercado da Chanel ou das mulheres de verdade que desfilaram para Rick Owens, vamos falar do que é bem próximo, do que a gente pode adaptar para os closets. Das tendências finais que vão nos encher de desejo e pontuar o inverno 2014.

DOBRADURAS

Fotos reprodução internet - Style.com

Peças rígidas, que não possuem um caimento que acompanha a silhueta, dobram, recortam e criam formas distintas no corpo. Como origamis de tecido. Esse efeito foi visto de maneira um tanto enfática, como nas golas de Gareth Pugh, e também em versões mais usáveis, que não causam estranhamento, como nas saias em camadas da francesa Nina Ricci. Quem fez: Céline, Gareth Pugh, Kenzo, Nina Ricci, Roland Mouret e Vionnet.

EXTREMOS

Fotos reprodução internet - Style.com

Brincar com elementos contrastantes é uma das atividades favoritas da moda, pegando peças não pertencentes ao mesmo universo, unindo-as, resultando em um look que, mesmo indo contra nosso melhor julgamento, faz todo o sentido. Gola alta com vestido curto, lã pesada com seda, terninho com tênis, paetês com parka… Enfim, um certo delírio dos stylists que a gente acaba gostando. Quem fez: Anthony Vaccarello, Balenciaga, Chanel, Isabel Marant, Miu Miu e Saint Laurent.

FANTASIA

Fotos reprodução internet - Style.com

As peças fluídas, os temas surreais e fantasiosos trazem uma proposta que faz essa tendência arrancar suspiros. Talvez até não aconteça dela ser traduzida para a vida real, mas, nos desfiles, o clima de contos de fadas foi recorrente. As borboletas na linda capa Valentino, o look “princesa das neves” de Alexander McQueen e as ninfas de salto alto da Vivienne Westwood trouxeram um pouco de magia para a temporada. Quem fez: Alexander McQueen, Gareth Pugh, Givenchy, Undercover, Valentino e Vivienne Westwood.

LINHAS, LISTRAS E CONTORNOS

Fotos reprodução internet - Style.com

Um tipo de estampa que teve forte presença em Paris foram as linhas diversas. Geométricas, clássicas, coloridas, sinuosas e simétricas, os estilos variavam – e até mesmo se intercalavam na mesma produção (vide Balmain). Uma tendência de fácil adaptação, pois todos temos ao menos uma peça com essa padronagem em casa. Quem fez: Acne Studios, Balmain, Dries Van Noten, Guy Laroche, Issey Miyake e Vivienne Westwood.

MAXI MINIMALISMO

Fotos reprodução internet - Style.com

Pegue uma peça de linhas limpas e minimalistas e então aumente o volume da silhueta até bater na porta do conceito. Pronto, isso é o maxi-minimalismo que o inverno 2014 promete. Peças com cortes retos, sem grandes costuras ou detalhes extras, apenas o essencial, mas com formatos exagerados, criando um item único (e muito bonito). Os casacões nesse estilo são a aposta para a estação. Quem fez: A. F. Vandervost, Chloé, Hermés, Issey Miyake, Vionnet e Yohji Yamamoto.

PRIMAVERA FORA DE ÉPOCA

Fotos reprodução internet - Style.com

Sim, florais no inverno! E não apenas os florais mais sóbrios, de fundo escuro, que costumam aparecer, temos os românticos, os cítricos, os realistas e os micro. Uma delícia para quem acha que o inverno não precisa só de looks neutros e monocromáticos, pois tem dias que dá vontade de botar um vestido bem colorido – mesmo quando o dia lá fora pede galochas e casaco de lã. Quem fez: Dries Van Noten, Giambattista Valli, Nina Ricci, Valentino, Viktor & Rolf e Zadig & Voltaire.

SILHUETA SKATER

Fotos reprodução internet - Style.com

Composta por uma parte de cima mais ajustada, até chegar na cintura, que então abre em uma saia evasê. A silhueta skater recebe o nome por causa dos uniformes usados na patinação no gelo, que costumam ter essa proporção bem feminina. Quem fez: Balmain, Christian Dior, Kenzo, Louis Vuitton, Saint Laurent e Valentino.